Chemical Risk

+55 (11) 4506-3196 / (11) 94706-2278

Por que investir em segurança do trabalho? Saiba como calcular o ROI

Os gestores, especialmente aqueles em indústrias de alto risco, têm conhecimento sobre a importância do investimento em segurança do trabalho. As regulamentações de segurança estão em vigor para ajudar a orientá-los na criação de processos para manter os trabalhadores protegidos contra os riscos comuns no trabalho. 

No entanto, apesar dos melhores esforços, os trabalhadores continuam sendo afetados durante as suas atividades. Em praticamente todos os setores, lesões e doenças ocorrem regularmente nos locais de trabalho. Essa situação fica clara, quando os acidentes de trabalho e a ocorrência de mortes são analisadas anualmente, e se verifica que os custos são impressionantes. 

A solução é investir em uma gestão de segurança eficaz para proteger a vida dos trabalhadores. Porém, no mundo dos negócios, os custos associados à implementação de medidas de segurança em uma empresa devem ser capazes de justificar o dinheiro gasto com um retorno positivo. 

Mesmo se você deseja fazer tudo em seu poder para proteger seus funcionários, a dura verdade é que os recursos ditarão o nível de segurança que você oferece. 

Um dos maiores desafios da pessoa encarregada de supervisionar a política de segurança e saúde é comprovar que o programa vale seu investimento. Uma das melhores maneiras de provar seu valor é demonstrando o retorno sobre o investimento (ROI). 

Leitura recomendada: Para que serve o relatório de segurança do trabalho? 

O que vem a ser o ROI do investimento em segurança do trabalho?

O ROI vem da sigla em inglês Return On Investiment, ou seja, Retorno Sobre Investimento, e é um indicador de performance para calcular a relação entre um investimento e o lucro obtido, determinando o desempenho de cada iniciativa. 

Note que falamos em investimento e não custo, porque todo valor aplicado para a melhoria de um processo deve ser visto como possibilidade de trazer algum retorno financeiro, seja a curto, médio ou longo prazo. 

O ROI surgiu inicialmente como um indicador do mercado financeiro, com o objetivo de determinar a viabilidade de cada investimento realizado pelas empresas. 

Mas, como ele é bastante flexível, pode ser aplicado a praticamente qualquer área, e passou a ser destaque em outros segmentos, como gestão de projetos, marketing, produção, segurança do trabalho e assim por diante. Ele serve, basicamente, para avaliar se vale a pena fazer determinado investimento. E, por isso, se tornou tão importante.

Leitura recomendada: Por que investir em treinamentos de segurança do trabalho? Entenda!

Como calcular o ROI na segurança do trabalho

A forma de calcular pode variar, mas, de um modo geral, o resultado obtido relaciona o possível lucro ou o prejuízo com aquilo que foi investido. O valor resultante não tem uma unidade de medida, já que são dois valores monetários sendo divididos um pelo outro.

Para facilitar o entendimento, geralmente, o resultado é multiplicado por 100 para ser apresentado como um percentual. Expressando o que falamos em termos de uma fórmula matemática, teremos:

ROI = (Ganho financeiro – Custo)/Custo X 100

O resultado obtido será uma porcentagem que indicará qual foi o retorno obtido com o investimento feito. Assim, fica clara a possibilidade de sua utilização para mensurar os resultados dos projetos relacionados à saúde, segurança e qualidade de vida.

O maior desafio na utilização desse indicador está em estabelecer o ganho na segurança do trabalho para verificar o retorno do investimento aplicado.  

Exemplo do cálculo do investimento em segurança do trabalho

Um treinamento de segurança eficaz é a base de uma grande cultura de segurança, mas, infelizmente, o treinamento também é uma área que pode ser vista como um grande centro de custos pela alta administração. Isso torna extremamente importante para os gerentes de segurança serem capazes de demonstrar claramente o ROI relacionado aos treinamentos realizados.

Suponha que, como resultado de um novo programa de treinamento de segurança, a taxa de acidentes da organização diminui 10%, gerando uma economia anual total de R$ 800.000,00 em termos de dias de trabalho perdidos, danos a materiais e equipamentos, e custos de compensação de trabalhadores. 

Se o programa de treinamento custar R$ 200.000,00 para implementação, o ROI seria 300%.

ROI = ((800.000,00 – 200.000,00) ÷ 200.000,00) x 100 = 300%

Neste exemplo, para cada R$ 1,00 gasto em treinamento, a organização ganhou um benefício líquido de R$ 3,00.

Um resultado de ROI menor do que 100 significa que a decisão precisa ser reavaliada, pois não trouxe o retorno esperado e provavelmente há outras ações que podem ser tomadas. 

Leitura recomendada: Principais consequências do acidente de trabalho

Qual a importância desse indicador?

Podemos dizer que quem não mede não tem controle algum sobre suas ações. Afinal, nenhum gestor ou negócio de sucesso deve insistir na repetição de iniciativas que eventualmente tragam menos lucro do que o custo envolvido, sob o risco de comprometer a sustentabilidade do negócio. 

Nesse contexto, se verifica a importância do ROI. Isso porque, a partir do conhecimento do retorno de um investimento, é possível definir as estratégias e planos de ação do negócio. E claro que isso se aplica à segurança do trabalho. 

Outro ponto a ser destacado está relacionado à melhoria do clima organizacional e adoção da cultura de segurança. Quando o colaborador se sente valorizado e percebe que a empresa se preocupa com sua segurança e bem-estar, melhora o seu comprometimento.

Dessa forma, os funcionários aumentam a participação em treinamentos de segurança, disposição em compartilhar sugestões de segurança ou apontar perigos sem medo de represálias. 

Como consequência, isso se traduz também no aumento de produtividade e na qualidade do produto. 

Saiba mais: Como realizar a comunicação de acidente de trabalho

Como analisar o investimento em segurança do trabalho 

Mas como medir o desempenho das ações de saúde e segurança do trabalho para gerar valor, verificar o retorno e comunicar os resultados à alta administração da empresa? Veja a seguir:

  • Identifique os valores da organização 

São aqueles valores que orientam a estratégia de negócios geral da organização e os processos de tomada de decisão. Por exemplo, a lucratividade é valor primário para as empresas, porém a reputação da organização pode ser um poderoso valor secundário para gerar novas receitas ou proteger a participação no mercado.

  • Identifique os custos de lesões e doenças 

Depois que os valores que impulsionam a organização são identificados, a próxima etapa é conduzir uma forma de “análise de risco” financeiro ou um inventário de perdas ou custos, relacionados à saúde e segurança que desvalorizam a organização. Lesões e doenças são claramente perdas para uma organização. 

  • Verifique investimentos em atividades de saúde e segurança 

Nesta etapa, o objetivo é ver as atividades de saúde e segurança como um investimento e não como um custo. Um acidente com lesão é um custo. A prevenção de acidentes é um investimento com benefícios no controle de custos, risco de conformidade e reputação.

  • Avalie o desempenho do valor do negócio 

O profissional do programa ocupacional pode escolher os meios para medir o desempenho de saúde e segurança no contexto dos valores de negócio e avaliar e melhorar o desempenho da saúde e segurança.

  • Mantenha o acompanhamento constante

O acompanhamento é a chave para fazer com que a alta administração aceite os investimentos para a saúde e segurança a longo prazo, identificando todos os ganhos obtidos.

Portanto, fica claro que os benefícios das atividades e desempenho da saúde e segurança do trabalho são frequentemente subestimados nas empresas. Isso se deve principalmente às barreiras de comunicação entre os profissionais de saúde e segurança e a gestão executiva, além de uma falta de métricas padronizadas para avaliar todos os aspectos de saúde e segurança. 

No entanto, essa situação tem melhorado atualmente, por meio da demonstração de resultados alinhados ao valor do negócio. 

Leitura recomendada: Entenda os tipos de limites de exposição ocupacional

Como a Chemical Risk pode te ajudar

Para garantir a segurança do trabalho na sua empresa, proteger os funcionários e minimizar o risco de acidentes, conte com os serviços de consultoria especializada em saúde e segurança ocupacional, como a Chemical Risk.

Com mais de 10 anos de experiência no mercado, serviços de excelência e atendimento integral, realizamos análises, planejamentos, treinamentos e toda a gestão de segurança da sua organização.

Acesse aqui e veja todos os nossos serviços relacionados à saúde ocupacional.

Se tiver interesse em saber mais detalhes, entre em contato conosco agora mesmo e solicite um orçamento.

Gostou deste artigo?

Share on facebook
Share on Facebook
Share on twitter
Share on Twitter
Share on linkedin
Share on Linkdin
Share on pinterest
Share on Pinterest

comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.