Chemical Risk

atendimento@chemicalrisk.com.br
+55 (11) 4506-3196 / (11) 94732-0686 / (11) 94706-2278

Como funciona a sinalização de segurança?

A sinalização de segurança faz parte do dia a dia de todos. É possível notar a presença de orientações e de alertas que facilitam a nossa vida, em diversos ambientes. Com certeza, você já se deparou com diversas destas sinalizações, desde as placas que avisam sobre um piso escorregadio até aquelas que indicam a saída de emergência, além das indicações de locais e direções.

Todas essas são exemplos de sinalizações de segurança e que também são usadas no âmbito da segurança do trabalho

A sinalização é uma das mais importantes medidas de segurança para ambientes de trabalho com risco de acidentes e é válida para qualquer segmento, seja construção civil, transporte, hospitais e indústrias. 

É de fundamental importância por se tornar um meio de comunicação eficiente na orientação dos colaboradores em relação aos riscos existentes nos locais de trabalho. Assim como, é essencial para a orientação correta em relação a procedimentos específicos. 

O que é a sinalização de segurança?

A sinalização de segurança é o conjunto de todos os elementos de comunicação visual que informam e auxiliam na identificação de áreas de perigo e medidas de segurança. É uma solução em locais onde há circulação de pessoas, em especial nos ambientes de trabalho.

Esses elementos podem ser placas, cores, sinais sonoros, faixas etc., cujo objetivo é prevenir acidentes, indicar a localização de equipamentos de segurança, delimitar áreas de risco, identificar tubulações de produtos químicos, alertar sobre riscos existentes no ambiente, entre outros.  

Principais tipos de sinalização de segurança existentes

A seguir, destacamos algumas das sinalizações mais comuns existentes no âmbito dos locais de trabalho.

Sinalização de proibição 

Os sinais proibitivos se referem a uma ação, item ou comportamento que não é permitido nas proximidades de onde existe a placa de sinalização. Por exemplo: 

  • Não fumar; Não comer ou beber; Não abrir; Não são permitidas chamas abertas.

Sinalização de perigo 

Deve ser instalada em áreas em que perigos e riscos imediatos estão presentes. Se esses perigos não forem sinalizados, qualquer pessoa na área corre o risco de ferimentos graves e até morte. Por exemplo: Alta voltagem; Produtos químicos perigosos; Risco de radiação; Risco de choque elétrico.

Leitura recomendada: Riscos dos produtos químicos no ambiente de trabalho: legislação e penalidades

Sinalização de alerta 

Esses sinais de aviso sinalizam os níveis de perigo no local de trabalho que requerem atenção extra e podem resultar em ferimentos graves ou morte, mas não representam uma ameaça imediata ao grau de uma zona de perigo.

Sinalização de cuidado 

Os sinais de cuidado são os menos graves de seus indicadores de nível de perigo. Em outras palavras, este tipo de sinal é uma etiqueta de prevenção de acidentes, indicando situações que podem resultar em lesões leves a moderadas, se a atenção adequada não for mantida. 

Por exemplo: Piso molhado; Pé direito baixo; Risco de tropeço; Área com movimentação de empilhadeiras.

Sinalização relacionada a incêndio 

Existem dois tipos de sinalização de segurança de incêndio:

  1. a) Sinais de proibição: Um tipo específico de sinal de proibição que indica que não é permitido chamas abertas – incluindo fumar ou utilização de produtos que possam causar um incêndio.
  2. b) Equipamento de combate a incêndios e de emergência: Como o nome sugere, estes sinais indicam onde está armazenado o equipamento de combate a incêndios, como extintores, mantas anti-incêndio, máscaras e mangueiras.

Ao contrário de muitos outros sinais de segurança, a sinalização de incêndio não requer um título como “Cuidado” ou “Aviso”. 

Sinalização de informações gerais de segurança / emergência 

Esse tipo de sinalização serve como lembrete para as regras de segurança no local de trabalho e práticas recomendadas, bem como direcionam os funcionários para equipamentos de emergência, se necessário.

Os sinais de segurança gerais podem ser texto e/ou pictogramas. Este tipo de sinalização é amplo e multifuncional. Os locais de trabalho devem instalar sinalização de segurança geral para indicar, por exemplo: 

  • Kit de primeiros socorros; 
  • Estações de limpeza para mãos, lava-olhos e outros equipamentos; 
  • Telefones de emergência; 
  • Manual de procedimento de desligamento de segurança; 
  • Vestuário de segurança necessário.

Leitura recomendada: Trabalhos perigosos e os desafios de segurança de produtos químicos

Sinalização de orientação 

A sinalização de orientação é uma inclusão funcional importante em edifícios, escritórios e em todas as indústrias. É obrigatória para designar rotas de saída regulares e de emergência. 

Esses materiais direcionais desempenham um papel essencial para ajudar os funcionários, clientes e visitantes do local de trabalho a identificar as rotas mais seguras do ponto A ao ponto B no caso de uma emergência. 

Também é utilizada nas áreas de processo, armazenamento entre outras, para sinalizar as rotas adequadas de tráfego de equipamentos, como corredores para empilhadeiras e veículos guiados automatizados.

Sinalização de aviso 

São usados para chamar a atenção para informações críticas sobre comportamentos, expectativas e atividades em uma determinada área. Por exemplo: Recipientes para eliminação de resíduos e reciclagem; Áreas de armazenamento de alimentos; Regras de limpeza de instalações.

Utilização das cores para sinalização de segurança

A utilização das cores para sinalização não diz respeito a parâmetros estéticos, pois a escolha da cor tem como finalidade ajudar a identificar mais rapidamente do que se trata um determinado aviso.

Em função de sua importância, existe uma legislação específica que define as principais funcionalidades para cada cor e citamos aqui a Norma Regulamentadora 26 (NR-26) – Sinalização de segurança.

Esta regulamentação estabelece que as cores devem ser adotadas para a segurança em estabelecimentos e locais de trabalho com o objetivo de indicar e advertir sobre os riscos existentes e que devem ser utilizadas conforme já mencionado anteriormente. 

O texto atual deixa claro que essa utilização deve atender ao disposto em normas técnicas oficiais. Nesse sentido, podemos citar a NBR 6943 – Emprego de cores para identificação de tubulações industriais e a NBR 7195 – Cores para segurança.

Confira, a seguir, qual é a cor certa para a sinalização no seu ambiente de trabalho:

  • Vermelha 

Utilizada para identificar e distinguir equipamentos de proteção e combate a incêndio, sua localização, e também seus acessórios como válvulas, registros, filtros etc. Também é empregada em sinais de parada obrigatória e de proibição, bem como nas luzes de sinalização de tapumes, barricadas etc., e em botões para paradas de emergência. 

  • Amarela 

A cor amarela é utilizada para indicar advertência e possui uma maior visibilidade em relação à cor vermelha. Deve ser usada em locais de risco como corrimãos de escadas, pisos escorregadios, plataformas de embarque e também em equipamentos de transporte de materiais, pontes rolantes, empilhadeiras e reboques. Também é adotada em faixas de delimitação de áreas, fundos de letreiros e avisos de advertência.

  • Branco 

Comum nas faixas utilizadas para demarcar passadiços, passarelas e corredores pelos quais circulam exclusivamente pessoas e nas áreas em torno dos equipamentos de primeiros socorros e outros equipamentos de emergência.

  • Preto 

É empregado para indicar as canalizações de inflamáveis e combustíveis de alta viscosidade. Também pode ser usada para substituição ao fundo branco ou combinada a ele em casos especiais.

  • Azul 

É a cor utilizada em sinais de ação obrigatória, por exemplo, uso de EPI (equipamento de proteção individual), ou impedir a movimentação ou energização de equipamentos como, “Não ligue esta chave” ou “ Não acione”.

  • Violeta ou Púrpura 

Utilizada para indicar os perigos provenientes das radiações penetrantes e partículas nucleares, como por exemplo, locais onde tenham sido enterrados materiais radioativos, recipientes de materiais radioativos etc. 

  • Laranja 

Esta cor é utilizada para indicar perigo. Por isso, é empregada nas partes móveis e perigosas de máquinas e equipamentos, faces externas de polias e engrenagens, botões de arranque de segurança, dispositivos de corte, borda de serras e prensas. Também é usada em tubulações contendo ácidos.

  • Verde 

Esta é a cor da segurança e deve ser utilizada para tubulações de água potável. Também é comum em caixas de equipamento de socorro de urgência, localização de EPI, chuveiros de emergência, macas e lava-olhos, faixas de delimitação de áreas seguras quanto a riscos mecânicos. 

Leitura recomendada: Por que investir em treinamentos de segurança do trabalho?

Outro aspecto importante da NR-26 é em relação à classificação, ficha de informações de segurança de produtos químicos (FISPQ) e rotulagem preventiva. Nesse contexto, inclusive, o rótulo pode ser considerado uma sinalização, já que contém de forma reduzida as informações de perigo do produto químico de determinada embalagem. 

Qual a importância de uma consultoria para a sinalização de segurança?

A sinalização de segurança tem um papel fundamental na prevenção de acidentes nos ambientes de trabalho. Para isso, requer um estudo detalhado dos locais e processos de trabalho, planejamento adequado e análise das normas oficiais para sua implementação. 

Vale lembrar que os colaboradores deverão ser conscientizados e treinados para a correta interpretação da sinalização adotada, de forma a garantir o resultado esperado na identificação dos riscos existentes. 

Neste cenário, uma consultoria especializada em segurança e saúde do trabalho, como a Chemical Risk, pode fazer a diferença para a sua empresa.

Com mais de 10 anos de experiência, profissionais altamente capacitados, conhecimento técnico e serviços de excelência, nós fazemos toda a análise e avaliação dos riscos químicos e de segurança existentes na sua organização a fim de propor as medidas adequadas de proteção, incluindo a sinalização de segurança, para minimizar a possibilidade de acidentes.

Também fornecemos treinamentos especializados para educar e conscientizar os colaboradores para que eles fiquem seguros.

Quer saber mais informações? Entre em contato com nossos especialistas e solicite um orçamento gratuito! 

Gostou deste artigo?

Share on facebook
Share on Facebook
Share on twitter
Share on Twitter
Share on linkedin
Share on Linkdin
Share on pinterest
Share on Pinterest

comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *