Chemical Risk

+55 (11) 4506-3196 / (11) 94706-2278

Sua empresa já pensou em adotar EPIs ecológicos? Entenda as vantagens!

Os Equipamentos de Proteção Individual possuem um papel importante no controle dos riscos presentes no ambiente de trabalho. No momento atual, então, de maior preocupação ambiental das empresas, os EPIs ecológicos podem ser uma ótima opção. 

Porém, devemos lembrar que, na hierarquia do controle dos riscos, essa é a última ação que deve ser adotada. Essa hierarquia define que, em primeiro lugar, devemos pensar em eliminar o risco. Se não for possível, deve-se tentar reduzir o risco.

Em muitos processos industriais, a eliminação completa do risco não é possível por inviabilidade técnica, insuficiência ou interinidade. Nesse cenário, a adoção do EPI correto irá permitir a proteção dos colaboradores. 

Leitura recomendada: Antecipação de riscos: qual sua importância para as empresas?

EPIs são obrigatórios

Vale lembrar que o uso de EPIs é obrigatório conforme determina a legislação trabalhista em sua Norma Regulamentadora nº6, que especifica o uso desses equipamentos, assim como a sua correta utilização.

Para que essa proteção seja efetiva, é necessário:

  • Adoção do EPI correto;
  • Treinamento para seu uso;
  • Conservação do mesmo;
  • Correto descarte, uma vez que esses equipamentos possuem uma vida útil e deverão ser substituídos a qualquer momento. 

Se somarmos a esse contexto os EPIs descartáveis, teremos a ideia da importância do assunto de adquirir EPIs ecológicos nas empresas.

Saiba mais: Equipamentos de Proteção Individual: conheça os principais tipos de EPIs

EPIs e a pandemia

A questão do descarte de EPIs sempre foi complexa quando analisada sob o contexto da sustentabilidade e tornou-se um desafio ainda maior com a pandemia da Covid-19.

Você consegue se lembrar da escassez de EPI, em 2020, que colocou os trabalhadores da área da saúde em grande risco em meio à primeira onda do surto de Covid-19? Durante a pandemia de coronavírus, os EPIs e os uniformes de proteção nunca foram tão importantes. Mais do que nunca foram fabricados, usados ​​e descartados, o que está causando um impacto ambiental.

Segundo estudos, 106.478 toneladas de emissões de CO2 é a estimativa da pegada de carbono dos EPIs nos primeiros seis meses da pandemia. Como resposta à escassez em 2020, o governo aconselhou os trabalhadores médicos a reutilizar certos itens de EPI, incluindo máscaras e respiradores resistentes a fluidos, mas foi amplamente condenado por profissionais de saúde e publicações científicas. 

Com o aumento cada vez maior da mentalidade eco consciente, as empresas estão à procura de novas maneiras de reduzir o consumo e desperdício, especialmente quando se trata do aumento da exigência de equipamentos de proteção individual (EPI) e uniformes.

E a resposta não só pode como deve estar nos EPIs ecológicos!

O que são EPIs ecológicos?

Em linhas gerais, os produtos ecologicamente corretos podem ser definidos como aqueles que não são tóxicos. Isso porque eles geram menos impacto ao meio ambiente e têm mais preocupação com a biodiversidade em si.

Com a crescente preocupação em relação ao uso dos recursos naturais e a preservação do meio ambiente, as empresas voltaram sua atenção para o desenvolvimento de produtos que utilizam materiais recicláveis e biodegradáveis. 

Então, os produtos biodegradáveis vêm ganhando muita importância nos últimos tempos, visto o aumento da consciência da população mundial para a conservação do meio ambiente.

Impacto dos produtos ecológicos e biodegradáveis

Os produtos biodegradáveis possuem grande facilidade de se degradar por ação biológica, a exemplo da atividade de bactérias. Além de uma rápida decomposição, para serem classificados como biodegradáveis, não podem gerar resíduos poluentes que se acumulem na natureza.

Em geral, os resultados da decomposição desses produtos são dióxido de carbono (CO2), água e material biológico. O que confere a eles a capacidade de serem reintegrados à natureza, gerando o menor impacto possível aos seres vivos e ao meio ambiente.

Leia também: Saiba como implementar um programa de compliance ambiental

Quais são os EPIs ecológicos já criados?

Luvas de fibra sintética

Dentro dessa linha, podemos citar as luvas de segurança que são confeccionadas em fibras sintéticas e fios RPET, que vêm de garrafas PET recicladas, que permitem não apenas a proteção das mãos, mas também o meio ambiente.

Esse tipo de EPI é sustentável, uma vez que é feito a partir da reciclagem de garrafas PET, e o processo de fabricação diminui o impacto gerado ao meio ambiente, sem prejudicar a qualidade e eficiência dos produtos.

De acordo com a empresa fabricante, uma garrafa PET reciclada pode reduzir em até 51% a emissão de CO2. E, ao que parece, esta é uma tendência que veio para ficar.

Luvas nitrílicas

Outro exemplo é a luva nitrílica, confeccionada com nitrila biodegradável, livre de proteínas do látex. 

Uniforme 100% poliéster

Existem ainda uniformes de trabalho confeccionados com poliéster 100% reciclável, criando 50% menos emissões e 50% menos dióxido de carbono. É o caso dos uniformes reflexivos como calças e coletes. Um par de calças cargo de alta visibilidade é feito de 14 garrafas plásticas recicladas. 

Encontra-se disponível também um capacete de segurança, produzido a partir de fonte 100% renovável, derivada do etanol de cana de açúcar. Após sua vida útil, pode ser reaproveitado para a geração de outros produtos por ser 100% reciclável. 

Sua fabricação possui a vantagem de contribuir para a redução das emissões de gases de efeito estufa (GEE), pois cada unidade produzida sequestra 231g de CO2 da atmosfera. Todas essas vantagens com a mesma qualidade e desempenho.

Veja aqui: Tudo sobre economia circular que sua empresa deve saber

Por que apostar em EPIs ecológicos?

A conservação de recursos naturais e a preservação do meio ambiente se tornaram pauta obrigatória em todos os setores da economia. Mas, mais do que pensar no futuro, a adoção de práticas sustentáveis e EPIs ecológicos trazem inúmeros benefícios para as empresas.

O desenvolvimento desses produtos leva em conta o design de cada peça, o conforto dos usuários e, principalmente, a sustentabilidade inerente ao equipamento. 

Maior produtividade

Mesmo porque pesquisas comprovam que trabalhadores que usam equipamentos agradáveis e que não causem impactos são bem mais eficazes. 

Para vestuários, calçados e luvas, tecidos compostos por elementos que conferem alto desempenho são as melhores escolhas. Com as tecnologias disponíveis atualmente, é possível, inclusive, controlar a umidade corporal e a temperatura para oferecer conforto térmico ao profissional.

Fortalecimento da imagem da empresa

Ao adotar produtos desse tipo, fica claro o posicionamento da empresa face às questões ambientais e significa estar um passo à frente da concorrência no que diz respeito à competitividade do mercado.

Adicionalmente, existem outras vantagens. Dentre as quais podemos destacar a possibilidade de:

  • Melhorar o custo-benefício no uso dos recursos,
  • Gerar maior impacto e publicidade positiva da marca;
  • Atrair o público com consciência ecológica;
  • Obtenção de certificações ambientais aos seus projetos de construção.

Importância do uso adequado e descarte correto dos EPIs

Já mencionamos a importância dos Equipamentos de Proteção Individual para a proteção dos colaboradores durante a execução de suas atividades e a obrigatoriedade legal quanto ao seu uso. 

Desde o início da pandemia da Covid-19 no ano passado, o mundo se tornou ainda mais dependente de equipamentos de proteção individual. Antes da pandemia, o EPI estava restrito aos segmentos industriais, hospitalares, laboratórios, construção civil, entre outros. 

Agora, eles estão por toda parte e todos já vimos luvas ou uma máscara no chão em um estacionamento. O acúmulo de materiais descartáveis incorretamente descartados foi enorme e, como consequência, houve a geração de um volume enorme de resíduos e de poluição no meio ambiente. 

Se analisarmos, isso não veio como uma surpresa. Com uma demanda sem precedentes por EPI durante a pandemia, sem um foco real de onde isso iria acabar, era previsível que tal fato fosse acontecer. 

Isso poderia ter sido evitado com um melhor planejamento e mais educação pública sobre o que fazer com os EPIs usados? Talvez. Mas com tantos EPIs descartáveis, fica claro que também precisamos de melhores soluções quando se trata de reciclar e destruir EPIs usados.

Pesquisas de reaproveitamento de EPIs

Algumas pesquisas estão ocorrendo no sentido de aproveitamento desses materiais de proteção, como a transformação deles em tijolos sustentáveis, utilizando máscaras, aventais e toucas (todos de TNT), na Índia.

Outro estudo de pesquisadores da Faculdade de Engenharia de Auckland, na Nova Zelândia, conseguiu transformar EPI descartável em água e vinagre. 

É necessário um esforço tanto do governo, como das empresas e consumidores, para ajudar a levar as soluções sustentáveis ​​de EPI para fora do laboratório e para a prática global. 

Isso nos preparará melhor para quaisquer eventos futuros de grande distribuição de EPI na busca de reduzir, reutilizar e reciclar esses materiais e, como consequência, atingir a conservação e melhor aproveitamento dos recursos utilizados.

Conheça a Chemical Risk

Precisa de auxílio para analisar os riscos químicos e ocupacionais presentes na sua empresa, indicar as medidas de prevenção e os EPIs adequados, e treinar os colaboradores para o uso e manutenção dos mesmos? Conte com a Chemical Risk.

Com mais de 10 anos de experiência no mercado, profissionais altamente capacitados e atendimento de excelência, somos uma consultoria especializada em segurança química e segurança do trabalho.

Disponibilizamos serviços de segurança química, saúde e segurança ocupacional, assuntos regulatórios, emergências químicas, meio ambiente e treinamentos.

Tudo para garantir que sua empresa esteja preparada para garantir a saúde dos trabalhadores, evitar acidentes e se manter em conformidade com a legislação, adotando os EPIs corretos para cada risco no local de trabalho.

Quer saber mais? Entre em contato conosco agora mesmo e solicite um orçamento gratuito.

Gostou deste artigo?

Share on facebook
Share on Facebook
Share on twitter
Share on Twitter
Share on linkedin
Share on Linkdin
Share on pinterest
Share on Pinterest

comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.