Chemical Risk

+55 (11) 4506-3196 / (11) 94706-2278

Sua empresa emite o manifesto de transporte de resíduos?

O Manifesto de Transporte de Resíduos (MTR) é um documento numerado que serve para controlar a expedição, o transporte e o recebimento dos resíduos na unidade de destinação final. 

O documento contém a descrição da carga a ser transportada. Nele, encontramos dados sobre o responsável pela geração e tratamento dos resíduos, a empresa encarregada pelo transporte e destinação final do resíduo.

Leia também: Ficha de Segurança de Resíduos: tire suas dúvidas e saiba tudo sobre o assunto

Importância da emissão do documento

A emissão do Manifesto de Transporte de Resíduos é fundamental para conhecer e monitorar a destinação do resíduo gerado e tratado. Além disso, ajuda a controlar a forma adequada do transporte entre gerador e receptor e o encaminhamento para locais licenciados.

Obrigatoriedade do Manifesto de Transporte de Resíduos

A utilização do MTR passou a ser obrigatória em todo o Brasil, para todos os geradores de resíduos sujeitos à elaboração de Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, de acordo com o art. 20 da Lei 12.305/2010

O Ministério do Meio Ambiente, através da Portaria nº 280 de 2020, instituiu o Manifesto de Transporte de Resíduos como ferramenta de gestão e documento declaratório de implantação e operacionalização do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, sendo obrigatória a sua emissão em todo o território nacional, a partir de 01/01/2021. 

A partir desta data, só serão aceitos pela fiscalização e pelas empresas de destinação final os documentos emitidos através do sistema MTR. Além de eliminar o papel e a burocracia no transporte de resíduos, o Manifesto de Transporte de Resíduos, agora totalmente digital, permite a sua rastreabilidade em todo o território nacional.

Saiba mais: Produtos perigosos: como fazer o transporte seguro e quais os documentos obrigatórios

Quais as informações para a emissão do MTR?

O documento deve ser emitido pelo Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão de Resíduos Sólidos – SINIR. Trata-se do sistema de coleta, integração, sistematização e disponibilização de dados de operacionalização e implantação dos planos de gerenciamento de resíduos sólidos.   

A ferramenta online do MTR é capaz de rastrear a massa de resíduos, controlando a geração, armazenamento temporário, transporte e destinação dos resíduos sólidos no Brasil. 

Alguns estados e municípios possuem sistemas próprios de comunicação ao sistema nacional. No estado de São Paulo, o sistema utilizado é o SIGOR-Módulo MTR. Caberá ao órgão ambiental competente proceder a integração com o SINIR, com objetivo de manter o MTR nacional atualizado. 

Para a emissão do Manifesto de Transporte de Resíduos, são necessárias as seguintes informações:

  • Do gerador – CNPJ, endereço, responsável pela emissão e data de saída;
  • Do transportador – CNPJ, endereço, nome do motorista e placa do veículo;
  • Destinador – CNPJ, endereço, responsável pela recepção;
  • Informações do resíduo a ser destinado – código, forma de acondicionamento, estado físico (líquido, sólido, gasoso), tipo de tratamento (aterro sanitário, reciclagem, incineração, uso de ração animal, entre outros) e a quantidade (toneladas, litros) a ser destinada.

A Portaria estabelece que os geradores, transportadores, armazenadores temporários e destinadores de resíduos transportados deverão se cadastrar no MTR. O gerador é o responsável exclusivo por emitir o formulário do MTR no SINIR para cada remessa de resíduo para destinação. 

Após a emissão do MTR pelo gerador, o transportador deverá manter durante todo o transporte uma via do Manifesto de Transporte de Resíduos, em meio físico ou digital.

Cabe ao destinador fazer o aceite da carga de resíduos no sistema, proceder a baixa dos respectivos MTRs, emitir o Certificado de Destinação Final (CDF) e assegurar ao gerador a destinação ambientalmente adequada dos resíduos sólidos recebidos. O CDF somente será válido e reconhecido pelos órgãos ambientais competentes quando emitido através do MTR.

Quais são os tipos de Manifesto de Transporte de Resíduos?

Vale lembrar que existem alguns tipos de MTR. São eles:

  • Manifesto de Transporte de Resíduos Complementar (MTR Complementar) 

Esse MTR é gerado pelo armazenador temporário. No documento, encontramos os números dos MTRs emitidos pelo gerador, além da indicação dos dados do veículo de transporte e do motorista. Esse documento deverá acompanhar o transporte da carga do armazenamento temporário até o local de destinação final.

  • Manifesto de Transporte de Resíduos Provisório (MTR Provisório)

Esse documento deve ser gerado somente quando o sistema estiver indisponível temporariamente. O preenchimento dos dados é feito manualmente.

  • Manifesto de Transporte de Resíduos – Importação (MTR Importação) 

Emitido no caso de transporte de resíduos importados, este documento é utilizado para resíduos controlados, de acordo com Resolução CONAMA nº 452. O MTR Importação deve acompanhar a carga ao sair do local de desembarque.

  • Manifesto de Transporte de Resíduos – Exportação (MTR Exportação)

Emitido para o transporte de resíduos que serão exportados para outros países, o formulário deve acompanhar a carga ao sair do local de geração até o ponto de embarque.

Leia também: O que é número ONU? Tudo o que você precisa saber sobre o assunto!

Multas e penalidades se não emitir o MTR

O não cumprimento na emissão do Manifesto de Transporte de Resíduos se caracteriza como uma infração ambiental e pode resultar em penalidades, como advertência, multa, suspensão parcial ou total das atividades, para os geradores do resíduo.

Já a falta da documentação no transporte de um resíduo terá como consequência a retenção do veículo e da carga, até a sua regularização.

No caso de serem constatadas inconsistência ou irregularidades no documento MTR, ou nos resíduos transportados, o veículo e sua carga ficam retidos até que tudo seja regularizado.

O infrator ficará sujeito às penalidades previstas no Decreto Federal n° 6.514/2008, que dispõe sobre as infrações e sanções administrativas ao meio ambiente, e estabelece o processo administrativo federal para apuração destas infrações.

Diante disso, concluímos que a emissão do Manifesto de Transporte de Resíduos é extremamente importante para a gestão de resíduos. O MTR é obrigatório para os resíduos transportados, especialmente os resíduos perigosos. 

Nesse contexto, a necessidade desse controle fica mais evidente quando nos referimos aos resíduos de produtos químicos, que devido à sua toxicidade podem causar danos graves, quando dispostos de forma incorreta. 

Principais benefícios do Manifesto de Transporte de Resíduos

Um manifesto de resíduos perigosos protege o gerador, permitindo que ele tenha a prova de que seus resíduos chegaram ao destino final. Isso é importante, pois você é responsável pelos resíduos que gera, até o seu descarte.

Esses requisitos do princípio ao fim ajudam a garantir que as empresas permaneçam em conformidade e operem de acordo com as normas. Tomar conhecimento rapidamente de discrepâncias ou problemas relacionados ao seu envio ajudará a garantir que tudo esteja em ordem com o descarte de seus resíduos, poupando-lhe dores de cabeça e evitando multas.

Como vimos, o MTR obriga que os resíduos tenham uma destinação adequada para que cause o mínimo de impacto ao meio ambiente. E, para que isso seja possível, é necessário rastrear todo esse processo, mapear os geradores, as quantidades e os tipos de resíduos gerados, responsáveis pela coleta e transporte até a destinação final. 

Atualmente, isso é possível através do Manifesto de Transporte de Resíduos, o que permite atender aos anseios de toda sociedade. 

Conheça a Chemical Risk 

Para te ajudar a cumprir as diferentes legislações e normas para manuseio, armazenamento, transporte e descarte de produtos e resíduos químicos, conte com uma consultoria especializada no assunto.

Com mais de 10 anos de experiência e profissionais altamente capacitados, a Chemical Risk possui diversos serviços para garantir a segurança química, a segurança ambiental e ocupacional, além da conformidade regulatória.

Precisa de ajuda com alguns desses assuntos? Entre em contato conosco agora mesmo e solicite um orçamento! Vamos te atender com um projeto personalizado de acordo com as suas necessidades.

Gostou deste artigo?

Share on facebook
Share on Facebook
Share on twitter
Share on Twitter
Share on linkedin
Share on Linkdin
Share on pinterest
Share on Pinterest

comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.