Chemical Risk

atendimento@chemicalrisk.com.br
+55 (11) 4506-3196 / (11) 94732-0686 / (11) 94706-2278

Por que sua empresa precisa de uma matriz de incompatibilidade química?

Quando os produtos químicos têm de ser armazenados e manuseados internamente nas indústrias e empresas, é preciso realizar processos seguros para reduzir ou eliminar alguns dos riscos associados. Uma dessas práticas é a matriz de incompatibilidade química.

Como sabemos, o armazenamento seguro de produtos químicos perigosos é uma parte essencial de um programa ambiental, de saúde e de segurança. Dessa forma, deve cumprir com normas e legislações específicas. 

O armazenamento seguro de produtos químicos envolve uma série de parâmetros a serem seguidos. Se considerarmos que vários produtos químicos reagem perigosamente uns com os outros quando misturados, é essencial estar sempre atento a estes químicos quando se trata do armazenamento e manuseio. 

Assim, a segregação adequada é necessária para evitar que materiais incompatíveis entrem inadvertidamente em contato. 

Como fazer essa separação?

Inicialmente, é preciso entender o que é a incompatibilidade. De uma forma genérica, incompatibilidade é quando dois itens, sejam lá quais forem, não dão certo se colocados juntos. Quem já não ouviu falar da incompatibilidade de gênios, seja entre irmão, colegas etc.?

Se voltarmos ao universo dos produtos químicos, são incompatíveis aqueles produtos que quando misturados, resultam em reações indesejáveis. O que pode causar uma ameaça iminente à saúde e à segurança, por meio de uma explosão, fogo, reações violentas ou a liberação de gases tóxicos.  

Fica fácil imaginar então que, no cenário de armazenamento de produtos químicos, uma situação como esta pode ser catastrófica. 

Para minimizar este risco, é necessário ter conhecimento de todos os produtos químicos armazenados. E isso é possível através do inventário de produtos químicos.  

Com esse conhecimento, o próximo passo é mapear todos os perigos e riscos dos produtos existentes e elaborar a matriz de incompatibilidade química. Assim, é possível estabelecer as incompatibilidades existentes entre os produtos químicos e definir as ações para um armazenamento adequado.

Como montar a matriz de incompatibilidade química

A partir de informações como as propriedades físicas e químicas dos produtos químicos e os riscos potenciais de ocorrência de reações perigosas, a matriz de incompatibilidade química é elaborada contemplando todos estes aspectos dos produtos armazenados. 

Uma ótima fonte de informações a respeito dos produtos químicos é a Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos (FISPQ).

Para a efetividade das ações, essas informações devem ser disponibilizadas em um formato visual, permitindo um entendimento rápido e completo.  

Dessa forma, tais dados poderão ser úteis durante as etapas de trabalho que envolvam a ocorrência de reações entre produtos químicos e para a organização correta dos locais de armazenamento. 

Um detalhe importante que deve ser considerado é que essas informações não devem ser utilizadas para atendimento a emergências, pois esse cenário envolve muitas outras particularidades. 

A seguir, um exemplo de incompatibilidades entre produtos químicos para a elaboração da matriz de incompatibilidade química:

Leia também: Armazenamento de produtos químicos: para que servem a contenção e os paletes?

Recomendações para o armazenamento de produtos químicos

Antes de decidir onde estocar os seus produtos químicos, devem ser consideradas a matriz de incompatibilidade química, bem como a disposição e as características do local. 

Por exemplo:  

  • Localização de todas as utilidades necessárias (água, gás, eletricidade, ar comprimido e vapor);
  • A questão do esgoto, tubulações, percursos de veículos e acessos;
  • Outras atividades de trabalho, incluindo trabalho a quente (por exemplo, soldagem, moagem ou outro trabalho que possa criar uma fonte de ignição).  

Estes aspectos irão influenciar a localização apropriada de uma área de armazenamento de produtos químicos. Sempre que possível, as áreas de armazenamento devem ser isoladas de pessoas e outras áreas de trabalho para reduzir o risco e a gravidade de quaisquer incidentes. 

Deve-se também considerar a necessidade de controles de engenharia na sua área de armazenamento, tais como ventilação mecânica ou refrigeração.

Muitas vezes, é melhor ter mais do que uma área de armazenamento para que os produtos químicos incompatíveis possam ser mantidos separados. Se os produtos incompatíveis estiverem na mesma área, devem ser segregados dentro do armazém para garantir que não entrem em contato.

Vamos ver outros casos de armazenamento:

  • Cilindros de gases sob pressão: 

Os gases comprimidos podem ser classificados como gases liquefeitos – que são aqueles que podem tornar-se líquidos sob pressão, à temperatura ambiente -, não-liquefeitos, e gases em solução. 

Os gases são armazenados em cilindros de paredes metálicas muito grossas, especialmente construídas e testadas para este fim. Eles apresentam riscos especiais. Todo cilindro de gás comprimido contém uma grande quantidade de energia.

Quando esta energia é liberada inadequadamente, ela pode provocar sérios acidentes. Os gases por si só já são perigosos, porque podem causar incêndios, podem ser tóxicos e podem ser corrosivos. Esta é a razão pela qual devemos tratar com cuidado todos os gases comprimidos.

Em relação ao armazenamento, seguem informações importantes inclusive sobre a matriz de incompatibilidade química envolvendo tais compostos:

  • Os cilindros devem ser identificados e estocados em áreas bem ventiladas e livres de materiais inflamáveis;
  • Os cilindros devem ser acondicionados, separados por tipo de gás;
  • Manter os cilindros com seus capacetes em posição compacta e amarrados com correntes;
  • Separar os cilindros contendo combustíveis, como por exemplo hidrogênio e acetileno, dos cilindros contendo oxidantes, como por exemplo o oxigênio, à distância mínima de oito metros;
  • Manter os cilindros cheios separados dos vazios;
  • Não remover os sinais de identificação dos cilindros (rótulos, adesivos, etiquetas, marcas de fabricação e testes);
  • Proibido fumar na área de armazenamento;
  • Não permitir o manuseio dos cilindros por pessoal sem prática;
  • Em áreas internas, manter os cilindros longe de fontes de calor e ignição, passagens ou aparelhos de ar-condicionado. Evitar guardá-los no subsolo;
  • Em áreas externas, manter os cilindros em local arejado, coberto e seco, longe de fontes de calor e ignição;
  • Manter equipamentos de segurança próximos da área de estocagem;
  • Manter os cilindros sempre na posição vertical, com suas tampas no lugar e afastados da luz solar direta, onde possam estar sujeitos à ação climática.

Leitura recomendada: Segurança química: como fazer o gerenciamento de produtos químicos?

  • Armazenamento de produtos químicos (reagentes) em laboratórios

Os laboratórios químicos possuem um número elevado de reagentes químicos, que devem ser armazenados de forma correta para evitar acidentes e danos aos profissionais. Seguem algumas informações:

  • Utilizar fontes tais como as FISPQs para orientação sobre armazenamento, incompatibilidade, reatividade e estabilidade dos produtos químicos;
  • Não inclinar as garrafas quando as devolver a uma prateleira. As prateleiras devem ter espaço suficiente para acomodar o maior recipiente;
  • Não armazenar produtos químicos (exceto produtos de limpeza) debaixo de lavatórios. Utilizar armários de armazenamento inflamáveis aprovados, armários de armazenamento corrosivos, prateleiras ou armários;
  • Evitar o armazenamento de produtos químicos sobre as bancadas;
  • Realizar limpezas periódicas para evitar o acúmulo de produtos químicos desnecessários, incluindo todas as soluções que são preparadas;
  • Não ordenar e armazenar alfabeticamente os produtos químicos, a menos que estes tenham sido primeiro separados em classes de perigo;
  • Segregação e armazenamento com respeito à classe de perigo;
  • Comprar apenas o necessário para uso, evitando manter o armazenamento desnecessário de reagentes.

Como fazer o armazenamento correto e a matriz de incompatibilidade química

Como vimos, independentemente do local de trabalho, seja indústria, laboratório ou qualquer outro tipo de empresa, o armazenamento correto de produtos químicos necessita de conhecimento, organização e treinamento. 

  • Conhecimento de todos os produtos que estão armazenados e respectivas características;
  • Organização com o controle estoque e atenção aos novos produtos para a atualização do inventário e da matriz de incompatibilidade química;
  • Atualização constante e treinamento constante a todos os envolvidos. 

É fundamental que os trabalhadores tenham acesso à correta forma de armazenamento dos produtos químicos, bem como às normas de segurança, visando garantir a prevenção de quaisquer riscos.

Neste cenário, contar com uma consultoria especializada em segurança química é essencial. A Chemical Risk possui profissionais experientes, com amplo conhecimento das melhores práticas de segurança química, assim como das legislações vigentes.

Com serviços de excelência, atendimento de qualidade e clientes de diversos segmentos, estamos prontos para oferecer projetos para atender às suas necessidades.

Oferecemos serviços de segurança química, incluindo a matriz de incompatibilidade química, saúde e segurança ocupacional, assuntos regulatórios, além de treinamentos e muito mais!

Precisa de ajuda? Entre em contato conosco e solicite um orçamento gratuito!

Gostou deste artigo?

Share on facebook
Share on Facebook
Share on twitter
Share on Twitter
Share on linkedin
Share on Linkdin
Share on pinterest
Share on Pinterest

comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *